Assinatura RSS

Missão impossível – Nação Secreta

Publicado em

missaoimpossivel5_31

Quem pensava que Tom Cruise estava fora de forma se engana, o ator passou por algumas fases difíceis, em que seus filmes não já não eram mais os mesmos, como por exemplo Operação Valquíria que foi um grande fracasso; Ele volta triunfante em Missão impossível – Nação Secreta, inclusive recusando dublês até para as cenas mais difíceis como por exemplo a cena do início do filme em que Cruise fica pendurado na porta do avião.

 

No longa Cruise, mais uma vez na pele de Ethan Hunt, investiga uma agência de espionagem chamada Sindicato, impenetrável ao ponto de ser desacreditado pela CIA, que acredita que Ethan inventou essa organização para justificar seus erros das missões passadas. Dessa forma o governo Americano resolve dissolver a IMF. Mas Hunt não se dá por vencido e decide continuar suas investigações contanto apenas com o apoio de seus amigos que não deixaram de acreditar nele.

missaoimpossivel5-3

 

O elenco é composto por, Jeremy Renner, Ving Rhames, Alec Baldwin e Simon McBurney, além de Simon Pegg que vive Benji, que em seu papel é muito mais que a um alívio cômico para o filme uma vez que interpreta tão bem seu papel, que nos dá vontade de ser ele para fazer parte da trama também. Destaque também para Rebecca Ferguson que interpreta Ilsa Faust, uma agente envolvente e misteriosa, amante de sapatos, que está infiltrada no sindicato, mas que salva a vida de Ethan por duas vezes durante o longa, sendo assim não sabemos se podemos confiar nela ou não.

 

Sem dúvida o filme é um dos melhores da franquia de MI, obviamente é repleto de ação e as sequencias são muito bem montadas, e efeitos especiais muito bem executados. A trilha sonora é um espetáculo à parte e o tema clássico é sempre uma delícia de se ouvir.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Snoopy faz aniversário e ganha vídeo especial do diretor do longa

Publicado em

Hoje, dia 10, Snoopy, o beagle mais amado do mundo, faz aniversário e, para comemorar, a Fox Film do Brasil divulga um vídeo em que Steve Martino, diretor de “Snoopy e Charlie Brown – Peanuts, O Filme”, ensina como desenhá-lo e convida todos para uma campanha usando a #desenhesnoopy.

Em anos de cachorro, o Snoopy completa 227 anos. A primeira aparição foi no dia 4 de outubro de 1950. O seu primeiro aniversário foi comemorado no dia 10 de Agosto de 1968 quando Charlie Brown e Lucy fizeram uma festa surpresa para Snoopy.

Em janeiro de 2016, Charlie Brown, Snoopy, Lucy, Linus e todo o resto da amada turma do Snoopy, chega ao cinema de uma forma como nunca foram vistos antes, como animação 3D. Snoopy, o beagle mais amado do mundo – e claro, piloto – embarca em sua maior missão até hoje, quando ele alcança o céu atrás de seu arqui-inimigo, o Barão Vermelho, enquanto seu melhor amigo, Charlie Brown, inicia a sua própria missão épica.

Da imaginação de Charles M. Schulz e dos criadores da saga A Era do Gelo, “Snoopy & Charlie Brown – Peanuts, O Filme” vai provar que todo azarado tem seu dia de sorte.

Confira algumas imagens do longa que em breve estará no cinema!

Fox Film do Brasil divulga primeiro trailer e pôster de “Deadpool”

Publicado em

image001

Baseado no anti-herói não convencional da Marvel Comics, DEADPOOL conta a história da origem do ex-agente das Forças Especiais que se tornou o mercenário Wade Wilson. Depois de ser submetido a um desonesto experimento que o deixa com poderes de cura acelerada, Wade adota o alter ego de Deadpool. Armado com suas novas habilidades e um senso de humor negro e distorcido, Deadpool persegue o homem que quase destruiu sua vida.

Veja o trailer

Minions

Publicado em

minions_poster2

 

O tão esperado filme do Minions, finalmente chegou as telonas, infelizmente não posso dizer que superou as expectativas, muito pelo contrário, infelizmente, beirou a decepção…

Confesso que durante a projeção não fiquei extremamente empolgada com nenhuma piada, o humor é raso e pouco criativo. Em alguns momentos o filme é bastante cansativo, a narrativa fica meio enfadonha por  possuir longos momentos sem diálogos.

Os primeiros momentos do filme se passam durante as primeiras eras da terra, em que os Minions, estão sempre a procura de alguém que os pudesse liderar, passando pelos dinossauros, homens das cavernas, Drácula, Napoleão até chegar em Nova York nos anos 60.

Essa primeira parte do filme é muito mais interessante que a segunda, mais original e mais divertida, uma vez que a segunda metade do longa, não traz nenhuma novidade, nada que já não se tenha visto em “Meu Malvado Favorito” um e dois.

A triste foi perceber que a melhores piadas foram mostradas nos trailers,  como por exemplo,quando Stuart tenta paquerar um hidrate amarelo,  serviram para elevar as expectativas que foram frustradas ao longo do filme por não serem mais novidade.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Divertidamente

Publicado em

divertidamente-cartaz-personagem5

Divertida Mente (Inside Out) é a mais nova animação 3D nos cinemas. O filme conta a história de Riley, uma garotinha de 11 anos que, guiada por suas emoções – alegria, tristeza, medo, nojinho e raiva -, tem que lidar com os desafios de ter que mudar de cidade com a família.

O espectador é convidado a entrar na mente e memórias de Riley e observar a influência das emoções nas atitudes da garota. Nesse sentido, também é provocado a repensar seu próprio comportamento e sentimentos junto com ela.

Produzida pela Pixar e distribuída pela Disney, a animação foi extremamente bem recebida em Cannes, onde foi ovacionada com quase o dobro de aplausos dos outros filmes, apesar de ter sido exibida sem participar da competição.

O elenco em português conta com Miá Mello (Alegria), Katiuscia Canoro (Tristeza), Otaviano Costa (Medo), Dani Calabresa (Nojinho) e Léo Jaime (Raiva).

A proposta do filme é muito bem cumprida e faz o espectador experimentar as mais diversas emoções enquanto segue uma história honesta e recheada de significado. Não deixe de acompanhar as crianças. Recomendado para qualquer público.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Por Thayssa Maira

Grandes Olhos

Publicado em

grandesolhos_2

Baseados em fatos reais, Grandes Olhos conta a história de Margaret, uma pintora, mãe solteira e um tanto quanto insegura, que se casa com Walter Kane, um aspirante a artista além de bastante carismático. A partir de então Walter passa a assumir a autoria dos quadros de Margareth, que acaba aceitando e sendo conivente por dez anos, até que resolve processa-lo.

O filme é dirigido por Tim Burton. Mas parece que Tim, se perdeu em uma narrativa tão comum e personagens tão simplórios. Nenhuma das características marcantes de Tim são perceptíveis na narrativa, que é linear e cronológica, não tem nada de sombrio nem de fantástica, a única cena em que se pode reconhecer Tim Burton é a que, Margaret está no supermercado e se depara com a, digamos, “grandes olhos mania”,e começa a ter alucinações,pois passa a ver todas as pessoas com grandes olhos.

AmyAdams é Margarete e Christoph Waltz vive Walter, ambos são atores muito competentes, mas parecem saber interpretar apenas um papel, pois ela geralmente representa personagens frágeis e ele um galante vilão, e é isso que interpretam na trama. Nada mais é explorado, Tim não aprofundou no psicológico das personagens, os fatos vão acontecendo e as personagens vão vivendo, o longa ficou devendo em emoção.
O filme é quase infantil, digno de sessão da tarde, ainda procuro entender por que Tim resolveu fazer esse filme.


grandesolhos_1

Birdman Ou a (Inesperada Virtude da Ignorância)

Publicado em

 birdmanouainesperadavirtude

Birdman, é uma comédia de humor  negro, que conta a história de um ator, que no passado, no auge de sua carreira interpretou  o super-herói  “Birdman”, nas telonas.  Agora ele tenta montar uma peça de sucesso na Broadway, e as vésperas da estreia ele luta com seu ego para reconquistar sua carreira e sua família.

Dirigido por Alejandro Gonzáles Iñarritu,- indicado ao Oscar por Babel – o longa,  possui um elenco bastante competente; Emma Stone e Naomi Watts estão muito bem, mas não se compara  a brilhante atuação de Michael Keaton, que em seu passado já interpretou Batman e a muito tempo não possuía um papel relevante no cinema.  Parece que, a arte, realmente, imita a vida…

Iñarritu soube conduzir muito bem a narrativa, os bastidores do teatro são retratados em planos sequências, que fluem pelos camarins e corredores dos teatros, revelam verdades escondidas como se fosse espiã. A fotografia e edição são um espetáculo a parte, foge do convencional e casam perfeitamente com a história que é contada.

Os diálogos são inteligentes, por muitas vezes sarcásticos, o filme é bem amarrado, e faz uma crítica ao mundo do entretenimento, ao cinema,  Hollywood, a Broadway, a crítica, aos atores, etc. metalinguagem muito bem construída por Iñárritu. Sem dúvida o filma faz jus a todas suas indicações ao Oscar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: