Assinatura RSS

Arquivo da tag: Alejandro González Iñárritu

O Regresso

Publicado em

regresso_21

“O Regresso”, que estreou nessa quinta (04/02) é um filme baseado na história real de Hugh Glass, interpretado por Leonardo DiCaprio, um caçador de peles que é atacado por um urso e abandonado por seus companheiros tendo que, ferido, enfrentar os desafios da natureza para sobreviver, retornar, e se vingar.

Quanto a isso, os desafios da natureza não ficaram somente para os personagens. Leonardo faz questão de ressaltar nas entrevistas que este foi um filme de grande complexidade não só para ele. O diretor Alejandro González Iñárritu fez questão de gravar em cenários reais e de aproveitar a luz natural, o que exigiu de toda equipe um esforço grande, inclusive na busca por cenários ideais e neve, o que os fez passar por EUA, Canadá e América do Sul, além de gravações em horários difíceis, como durante madrugada.

O longa é ganhador de três categorias do Globo de Ouro, a de melhor filme de drama, melhor ator de drama e melhor diretor. Quanto ao Oscar, teve 12 indicações, incluindo a de melhor ator, alimentando a torcida para DiCaprio finalmente levar a estatueta.

Pessoalmente, o filme me pareceu muito longo (dura cerca de 2h30m) e um tanto quanto maçante. A direção e atuação merecem de fato as honras que tem recebido, então vale a pena caso você queira assistir um filme bem feito e que (possivelmente) vai conceder o Oscar ao Leo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Birdman Ou a (Inesperada Virtude da Ignorância)

Publicado em

 birdmanouainesperadavirtude

Birdman, é uma comédia de humor  negro, que conta a história de um ator, que no passado, no auge de sua carreira interpretou  o super-herói  “Birdman”, nas telonas.  Agora ele tenta montar uma peça de sucesso na Broadway, e as vésperas da estreia ele luta com seu ego para reconquistar sua carreira e sua família.

Dirigido por Alejandro Gonzáles Iñarritu,- indicado ao Oscar por Babel – o longa,  possui um elenco bastante competente; Emma Stone e Naomi Watts estão muito bem, mas não se compara  a brilhante atuação de Michael Keaton, que em seu passado já interpretou Batman e a muito tempo não possuía um papel relevante no cinema.  Parece que, a arte, realmente, imita a vida…

Iñarritu soube conduzir muito bem a narrativa, os bastidores do teatro são retratados em planos sequências, que fluem pelos camarins e corredores dos teatros, revelam verdades escondidas como se fosse espiã. A fotografia e edição são um espetáculo a parte, foge do convencional e casam perfeitamente com a história que é contada.

Os diálogos são inteligentes, por muitas vezes sarcásticos, o filme é bem amarrado, e faz uma crítica ao mundo do entretenimento, ao cinema,  Hollywood, a Broadway, a crítica, aos atores, etc. metalinguagem muito bem construída por Iñárritu. Sem dúvida o filma faz jus a todas suas indicações ao Oscar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: