Assinatura RSS

Arquivo da tag: comédia

Os Candidatos

Publicado em

Image

A Warner Bros. Pictures divulgou nova data de lançamento da comédia Os Candidatos (The Campaign), que estreia nos cinemas brasileiros em 28 de setembro de 2012. Além disso, disponibiliza um novo pôster, em português, em que os protagonistas Will Ferrell e Zach Galifianakis se encaram de maneira intimidadora – com destaque para a frase “São todos farinha do mesmo saco”.

Quando o experiente congressista Cam Brady (Will Ferrell) comete uma grande gafe pública antes de um período eleitoral, dois riquíssimos CEOs planejam colocar um candidato rival para ganhar influência no distrito da Carolina do Norte, onde a disputa vai ocorrer. O homem escolhido é o inocente Marty Huggins (Zach Galifianakis), diretor do Centro de Turismo local.

De primeira, Marty parece ser a escolha mais improvável, mas com o apoio de seus novos benfeitores, de um gerente de campanha arrojado e das ligações políticas de sua família, ele logo se torna um candidato com quem o carismático Cam precisa se preocupar.

Conforme a eleição se aproxima, os dois se veem em meio a um fogo cruzado, com insultos que logo viram agressões, até que tudo o que os interessa é enterrar um ao outro. A comédia traiçoeira e destruidora de lares do diretor Jay Roach (“Entrando Numa Fria”), leva o circo político da atualidade para uma nova lógica. Porque mesmo quando você acha que a ética da campanha chegou ao fundo do poço, há espaço para descer ainda mais.

 

Anúncios

Comédia “E aí, comeu?” leva 1 milhão de pessoas ao cinema

Publicado em

 

Produção da Casé Filmes, estrelada por Bruno Mazzeo, Marcos Palmeira, Emilio Orciollo Netto, Dira Paes e grande elenco, foi lançada em 22 de junho

O filme “E aí, comeu?” é a primeira produção do cinema nacional a conquistar a marca de 1 milhão de espectadores em 2012. Lançado há duas semanas em cartaz, o longametragem, que estreou em 510 salas, retrata a história de três amigos de infância que tentam entender o papel do homem, diante da nova mulher e, neste processo, passam por situações hilárias.

Com produção de Augusto Casé (Casé Filmes), e co-produção da Globofilmes, RioFilme, Telecine e Teleimage, o longa metragem é dirigido por Felipe Joffily e tem distribuição conjunta da Paris Filmes, RioFilme e Downtown Filmes. Baseado na peça homônima vencedora do prêmio Shell e escrita por Marcelo Rubens Paiva, o longa é uma comédia diferente de tudo que já foi visto, é a primeira comédia verdadeira sobre o amor. Rubens Paiva assina o roteiro do filme em parceria com Lusa Silvestre.

Estrelado por Bruno Mazzeo, Marcos Palmeira e Emilio Orciollo Netto, o longa conta a história do trio inseparável formado por Fernando (Mazzeo), recém-separado, que conhece uma adolescente linda, e, para sua surpresa, ela foge clichê da ninfeta ingênua, é inteligente, bem resolvida e muito madura; Honório (Palmeira), jornalista, um esquerdista à moda antiga, casado, que suspeita que está sendo traído pela mulher; Fonsinho (Emilio), escritor e conquistador de mulheres, que nunca se casou e nunca conseguiu terminar um livro.

E aí, comeu?” fala das relações que esses três companheiros tem com suas mulheres, e que é uma realidade para tantos outros homens contemporâneos na vida real, em seus relacionamentos. “Elas mudaram, conquistaram um espaço que até pouco tempo era território masculino. E eles estão tentando se encaixar nisso tudo. O filme fala disso, do homem tentando entender a nova mulher e achar um novo lugar”, comenta o diretor Felipe Joffily. Curiosamente, a ideia do filme surgiu há alguns anos quando Mazzeo e Emílio, que acabavam de terminar o casamento, passavam o Carnaval em Salvador, e reaprendiam a ser solteiros.

Além do trio de protagonistas, “E aí, comeu?” tem um elenco de peso em seu núcleo principal. Dira Paes é Leila, Juliana Schalch faz Alana, Laura Neiva dá vida a Gabi, Tainá Muller aparece como Vitória, e o cantor Seu Jorge, faz uma participação marcante como um garçom amigo do trio que tem o peculiar nome de Seu Jorge. Além deste, o filme conta com participações especialíssimas de Murilo Benício, Katiuscia Canoro, José de Abreu, Juliana Alves Barbosa e Renata Castro Barbosa completando o elenco. Um “personagem” especial é o Bar Harmonia, locação especialmente montada que funciona como o QG dos rapazes e é onde se reúnem para discutir suas diversas questões. Muito mais que um cenário, o bar faz parte da história, já é lá que boa parte da trama acontece.

 “E aí, Comeu?” é uma comédia dinâmica e séria ao mesmo tempo. Um filme que espelha os mais variados tipos de homens e mulheres. “Tudo está muito mais dinâmico, mas é inegável que todos querem encontrar alguém, namorar e ser feliz”, comenta o produtor Augusto Casé. “É como se as mulheres estivessem olhando o papo de bar dos homens pelo buraco da fechadura. Tudo aquilo que as mulheres gostariam de saber sobre o que tanto os homens conversam quando estão sozinhos”, acrescenta Casé, que de comédia pode falar com propriedade. Responsável pela produção de “Muita Calma Nessa Hora” e “Cilada.com”(maior bilheteria do cinema nacional em 2011, com mais de três milhões de espectadores), a Casé Filmes já prepara a filmagem de “Muita Calma 2” , “Os Caras de Pau” e “Cilada de Férias”.

Sinopse

Fernando, Honório e Fonsinho são três amigos de infância que, diante da ‘nova mulher’, tentam entender o papel do homem no mundo atual. Fernando (Bruno Mazzeo) é um arquiteto talentoso que acaba de ser deixado por Vitória (Tainá Muller). Ainda tentando entender os motivos da separação, conhece Gabi (Laura Neiva), uma linda adolescente. Para sua surpresa, ela passa longe do clichê da ninfeta ingênua. É inteligente, bem resolvida e muito madura. Honório (Marcos Palmeira), jornalista, é o machão à moda antiga. Casado com a linda e independente Leila (Dira Paes), ele suspeita que está sendo traído. Afinal, por várias noites, ela se arruma, deixa-o cuidando das três filhas do casal e sai, sem dar explicações. Fonsinho (Emilio Orciollo Netto) é um escritor conquistador de mulheres. Solteiro convicto, nunca se casou e nunca conseguiu terminar um livro. Sua maior crítica é a garota de programa Alana (Juliana Schalch), por quem ele acaba se apaixonando. Reunidos no Bar Harmonia, espécie de QG da turma, eles tentam resolver seus dilemas. A mesa do bar é extensão da casa dos três amigos. É lá que eles se encontram para relaxar, ver, ser visto, falar dos problemas, de trabalho, da vida e, claro, de mulheres.


Eu queria ter a sua vida

Publicado em

Em “Eu queria ter sua vida”, Mitch (Ryan Reynolds, de Lanterna Verde) é um cara solteiro, mora sozinho em um apartamento bakana, pode ter qualquer garota e fazer o que quiser com seu tempo. Uma vida invejável, para todo o homem casado. Já seu amigo Dave (Jason Bateman, de Quero matar meu chefe) leva uma vida muito mais regrada, fez faculdade, casou-se, tem três filhos, trabalha muito para dar conforto para a família, e tem pouco tempo livre para fazer as coisas que gosta; por outro lado tem tudo que um solteiro deseja ter um dia.

 

Essa inveja recíproca faz com que um deseje a vida do outro. A partir de então, magicamente, suas vidas nunca mais serão as mesmas. Um roteiro, bem batido diga-se de passagem – até o brasileiro Daniel filho em “Se Eu Fosse Você” já bebeu dessa água. Mas seria injusto dizer que o filme é ruim, ele é bem light e conseguiu até me tirar algumas risadas, além de ter uma mensagem em que valores familiares são resgatados.

A dupla é o que sustenta o filme, apesar de Ryan Reynolds não ser do tipo de ator que convence em seus papéis. Pra mim ele estava igualmente ruim no Lanterna verde, enquanto Jason Bateman, mais experiente em comédias, está muito bem.

 

Para quem estiver a fim de um programinha ligth, tipo domingo a tarde ou um sábado a noite descompromissado, recomendo!

 

A hora do Espanto (2011)

Publicado em

Refilmagem do clássico dos anos 80, A Hora do Espanto conta a história de Charlie Brewster (Anton Yelchin), um ex-nerd, que finalmente conseguiu o que sempre queria, fazer parte da turma mais popular e namorar a garota mais desejada da escola.

Seus problemas começam quando Jerry (Colin Farrell) se muda para a casa ao lado. Ele é alertado por seu amigo nerd que diz que Jerry é um vampiro e por isso é o responsável pelo sumiço de pessoas da cidade; Charlie não acredita na história de vampiros e o despreza.

Depois de observar mais atentamente seu vizinho, Charlie tem certeza de que o amigo estava certo; ele então precisa convencer sua mãe e sua namorada que o vizinho não é uma pessoa tão boa quanto parece. Incapaz de convencer a alguém, ele então precisa achar um meio de se livrar do monstro.

Infelizmente, ainda não assisti ao filme original de 85 – há quem diga que essa refilmagem não chega nem aos pés do primeiro filme. E não é por menos, o filme é realmente muito fraco, segue bem a linha “trash”, os efeitos visuais chegam a ser exagerados, apesar de não serem ruins, o filme também é em 3D. Desnecessário.

O filme é assustador, mas não muito; em alguns momentos, chega até ser engraçado, em outros nem tanto. Nem terror nem comédia, de fato o filme não consegue ser nem uma coisa nem outra. Mas para aqueles que gostam de vampiros, o filme poderá até ser aceitável.

Li alguns comentários sobre o longa, e as criticas também estão divididas, algumas boas, outras ruins. O fato é que esse remake não tem potencial para ser tornar um clássico, igual ao primeiro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Missão Madrinha de Casamento

Publicado em


A vida de Annie (KRISTEN WIIG) está uma bagunça, ela está envolvida com um cara que não dá à mínima pra ela, perdeu a confeitaria que tinha e quando ela acha que chegou ao fundo do poço, descobre que o fundo é ainda mais abaixo, pois de repente, ela se vê sem emprego e sem casa para morar.

No meio disso tudo, ela descobre que a melhor amiga de sua vida toda está noiva, e ela simplesmente tem que ser a madrinha de Lillian (MAYA RUDOLPH) – e para piorar a “madrinha de honra”.

Helen (ROSE BYRNE) é a futura cunhada da noiva Lillian, e demonstra ser tão intima da noiva quanto a própria Annie, e isso gera uma rivalidade entre as duas. Helen é mais rica, mais bonita, e mais legal e isso faz com que Annie se sinta ainda pior em meio às circunstancias em que se encontra.

Sem dinheiro, Annie segue fingindo durante os caros e bizarros eventos que antecedem o casamento, tentando fazer o melhor que pode, com uma única chance de conseguir que tudo seja perfeito.

O filme é bem divertido, o roteiro é bem escrito, apela pra escatologia, mas não é nada que comprometa o longa. Megan, Melissa McCarthy (do seriado Mike & Molly) é a mais engraçada, mas o restante do elenco também está muito bem.

Missão Madrinha de Casamento, não é do tipo água com açúcar, tampouco pouco faz o gênero comédia romântica. Pelo título e assunto, obviamente, é voltado para o público feminino, mas, o masculino não irá se decepcionar.

Estréia dia 23 de setembro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Quero Matar Meu Chefe

Publicado em

Três amigos , três vidas distintas, e um problema em comum, os três odeiam seus chefes. Dispostos a tudo, menos perder o emprego, eles decidem se livrar de seus respectivos patrões. E para isso vão utilizar métodos pouco convencionais, e se meter em grandes ciladas que eles mesmos criaram.

O filma acaba adotando a mesma estrutura do Se Beber Não Case II, em que um trio de amigos que se metem em situações complicadas.  Oelenco foi muito bem escolhido, o trio Nick Hendricks (Jason Bateman), Kurt Buckman (Jason Sudeikis, de Passe Livre) e Dale Arbus (Charlie Day)  estão afiadíssimos.

O chefe de Nick é Dave Harken (Kevin Spacey) que por sinal está fantástico. Kurt odeia o novo chefe Bobby (Colin Farrell) e o assistente de enfermagem Dale  vê seu futuro casamento ameaçado pela ninfomaníaca Julia Harris (Jennifer Aniston, de Esposa de Mentirinha, que por sinal poderia ter tido mais destaque, foi uma atuação morna, talvez Jennifer tenha tido pouco espaço).

Confesso que achei o filme fraco, e como já disse em outros posts não sou muito fã de comédias, motivo da demora para escrever, mas tenho que admitir que o roteiro não é dos piores, até mesmo as piadas são até boas. O Diretor Gordon acertou no ritmo e não precisou apelar para as escatologias comumente vistas nos filmes de comédias.

Pra quem gosta de comédia é  uma boa opção.

Este slideshow necessita de JavaScript.

ADAM SANDLER – EM “HOTEL TRANSILVÂNIA”

Publicado em

Adam Sandler dublará o protagonista Drácula na comédia para a família da Sony Pictures Animation, a animação em 3D Hotel Transilvânia (Hotel Transylvania), conforme anunciado ontem por Bob Osher, presidente da Sony Pictures Animation e Michelle Raimo-Kouyate, presidente de produção da Sony Pictures Animation. O filme será lançado em outubro de 2012 no Brasil pela Columbia Pictures.

O filme será dirigido por Genndy Tartakovsky, uma estrela da animação e conhecido por seu trabalho nas séries animadas de TV Samurai Jack (Samurai Jack), Star Wars: Clone Wars (Star Wars: Clone Wars), e O Laboratório de Dexter (Dexter’s Laboratory); ele recentemente concebeu e roteirizou a sequência final de ação de O Homem de Ferro 2(Iron Man 2) e promoveu o sofisticado e memorável prólogo do filme Padre (Priest). O filme é produzido por Michelle Murdocca (O Bicho Vai Pegar (Open Season), O Pequeno Stuart Little e Stuart Little 2 (Stuart Little 1 & 2)) e a animação é da Sony Pictures Imageworks.

Bem-vindos ao Hotel Transilvânia (Hotel Transylvania), o luxuoso resort “cinco estacas” de Drácula (Sandler), onde monstros e suas famílias podem viver livres da intromissão do mundo humano. Mas há um fato pouco conhecido sobre Drácula: ele não é apenas o príncipe das trevas, mas também é um pai super-protetor de uma filha adolescente, Mavis, e inventa contos de perigo para dissuadir seu espírito aventureiro. Como um refúgio para Mavis, ele abre o Hotel Transilvânia, onde sua filha e outros monstros famosos como Frankenstein e sua noiva, a Múmia, o Homem Invisível, uma família de lobisomens, e outros; podem relaxar com segurança e tranquilidade. Para Drac, servir à todos esses monstros lendários não é um problema – mas o seu mundo pode desabar quand! o um cara comum acaba indo parar no hotel e se encanta por Mavis.

Também confirmados para se juntarem ao elenco estão: Kevin James que interpretará Frank – mais conhecido como Frankenstein – com Fran Drescher dublando Eunice, sua desbocada e exagerada noiva pós-vida. David Spade interpreta Quasimodo, antes o corcunda de Notre Dame e agora um louco, aficionado chef gourmet sempre buscando sua próxima ”piece de resistance”. Steve Buscemi e Molly Shannon interpretam Wayne e Wanda, um problemático casal de lobisomens e pais de uma crescente ninhada de filhotes, que estão a procura de férias em família no hotel. Cee Lo Green também está no elenco como Murray, uma tempestuosa Múmia, que já foi anfitriã e a alma das festas do grande Faraó, e hoje sempre tem necessidade de soltar-se e cantar. Finalmente, Andy Samberg dublará o personagem Jonathan, um cara normal de 21 ano! s, despreocupado e cheio de vida, cujas as viagens pelo mundo acabam por levá-lo ao hotel.

Hotel Transilvânia (Hotel Transylvania) dá continuação a longa associação de Sandler com a Sony Pictures, onde ele atuou e produziu mais de 23 filmes ao longo dos anos. O Estúdio recentemente lançou Esposa de Mentirinha (Just Go With It), que abriu em primeiro lugar em diversos países e arrecadou mais de US$214 milhões ao redor do mundo; e no ano passado o maior hit mundial da carreira de Sandler, Gente Grande(Grown Ups), que conseguiu arrecadar US$260 milhões ao redor do mundo. Por mais de uma década, Sandler tem sido uma das maiores estrelas de comédia, juntando um histórico de filmes que tem sido eventos obrigatórios em todo mundo e mostrando um domínio nas bilheterias como poucos comediantes conseguiram alcançar. Em 2012, ele irá estrelar dois filmes para a Sony como protagonista: Jack ! and Jill, com lançamento no Brasil para fevereiro de 2012, e I Hate You, Dad; contracenando com Andy Samberg e Leighton Meester.

“Estamos animados em trabalhar com Adam para criar um Drácula cômico para uma nova geração”, disse Raimo-Kouyate comentando o anúncio. “Temos uma história única sobre um personagem icônico, com um elenco fenomenal dirigido por Genndy Tartakovsky, que re-imagina a Transilvânia e seus monstros legendários de um modo que apenas a animação pode conseguir.”


%d blogueiros gostam disto: