O suspense conta a história, um tanto quanto fantástica, de Terry (Josh Lucas),  que recebeu um coração transplantado de uma vítima de assassinato. Com o tempo, Terry percebe que seu coração bate mais forte quando ele se aproxima dos criminosos que mataram o “antigo dono” do seu órgão vital, que parece ter vontade própria. Tal descompasso leva Terry a vingar essa morte.
Apesar de parecer uma história meio absurda, um roteiro original de Instinto de Vingança, é  sério, tenso, denso, indigesto e violento. O tratamento que o filme recebeu não funciona muito bem mesmo com o esforço do elenco. Talvez  desenvolvesse melhor se tivesse sido tratado como  terror do tipo trash, bem menos solene.
O ponto de partida do filme foi  um conto de Edgar Allan Poe, mas isso não faz do filme uma obra prima.