A jovem coruja Soren embarca numa saga para seguir seus sonhos… E acaba descobrindo que eles são reais.

O filme se baseia nos livros infantis da série Guardians of Ga’Hoole, de Kathryn Lasky. Trata-se da história de Soren, jovem coruja que acredita nas estórias contadas por seu pai sobre os Guardiões de Ga’Hoole, grupo lendário de guerreiros alados que enfrentam uma difícil batalha para salvar a ordem das corujas dos malvados Puros.

Enquanto Soren sonha em algum dia, juntar-se a seus heróis, seu irmão mais velho, Kludd, debocha dessa ideia e tudo o que ele deseja é caçar, voar e tirar do pai a preferência pela irmã mais nova. Mas o ciúme de Kludd tem consequências terríveis que resultam na queda do ninho das corujas do alto de uma árvore, diretamente para as garras dos Puros. Então, cabe a Soren uma fuga ousada, com a ajuda de outras jovens e valentes corujas. Juntas, elas cruzam o oceano, voando na neblina, para encontrar a Grande Árvore, onde moram os lendários Guardiões – única esperança de Soren para derrotar os Puros e salvar os reinos das corujas.

A animação voltada para o público infantil, não foge dos clichês dos contos de fada. É repleta de ensinamentos sobre o bem e o mal, a amizade, a importância de um grupo além muita ação, fugas, raptos, momentos tensos e divertidos.

Muito bem produzidos, utiliza com eficácia a tecnologia 3D, algo que faz a diferença no filme. A animação em si não traz nenhuma novidade, mas foi bem executada como se percebe nos detalhes das penas e expressões das corujinhas. A fotografia, o jogo de luz, cores e trilha sonora, foram também merecem destaque. Em fim… Nem tanto pela história, mas pela produção vale a pena assistir!